Leitura indispensável para todos os donos de animais

Perder um animal pode doer tanto como perder um membro da família. E, apesar de a maior parte das pessoas não suportar permanecer próximo aos amigos de quatro patas quando eles estão morrendo ou precisam ser sacrificados, os veterinários garantem que tudo o que eles querem é estar próximos de seus donos.

Uma utilizadora do Twitter perguntou a um veterinário qual a parte mais difícil do seu trabalho. Ele disse que quando tinha que sacrificar algum animal, 90% dos donos não entravam na sala onde o procedimento aconteceria. Segundo o veterinário, “…os últimos momentos do animal são passados freneticamente à procura do dono”, disse.

Asked my vet what the hardest part was about his job &he said when he has to put an animal down 90% of owners don’t actually want to be in the room when he injects them so the animal’s last moments are usually them frantically looking around for their owners &tbh that broke me — jessi dietrich (@jessi_dietrich) 27 de julho de 2018

A publicação gerou inúmeras reações na rede social, com várias pessoas contando suas histórias. Seguem algumas:

“Ele berrava para todo mundo que o tocava. Então, para ter certeza de que ele estava bem, segurei-o em meu colo. Eu sabia que ele estava feliz porque ele começou a ronronar”- tradução livre

“Os meus três filhos, a minha mulher e eu sentamo-nos com o nosso Luke na sala. Foi o dia mais duro de sempre. Espero que ele esteja olhando por nós”, contou Sean Ritter.

“Eu e a minha família tivemos que sacrificar o nosso amigo em maio. Estive com ele quando chegou a sua hora, e apesar de ter sido devastador e muito triste, estou feliz por ter estado lá e por amá-lo. Os animais são como a família e merecem paz e conforto nos seus últimos momentos”, defendeu.

Para nós, fica a lição de que o amor é sempre mais forte. Quando o animal tem a segurança de poder olhar para aqueles a quem ama em seus momentos finais é um sinal de que, aconteça o que acontecer, tudo ficará bem.

***

Imagem de capa:  Jeremiah Higgins on Unsplash

Com informações de CMJORNAL.